Repúdio | Prefeitura obriga Servidores do grupo de risco a trabalharem em plena pandemia

Temos recebido diversas denúncias no Sindicato de Servidores do grupo de risco de contágio do novo Coronavírus que são obrigados a laborar nos serviços essenciais. São trabalhadores com mais de 60 anos e com doenças respiratórias, diabetes, entre outras. Os setores afetados são, em especial a Saúde, Segurança e Limpeza. Dra. Roseli Gasparelo, advogada do Sindfusmc, já estuda quais medidas podem ser adotadas. Não podemos tolerar esse tipo de atitude do Governo, pois ele deveria preservar vidas e não expor elas a riscos demasiados.

Nosso presidente Jessé Cassundé reforça:

Não vamos nos calar em meio ao momento mais crítico vivido nos últimos anos. O MÍNIMO a ser feito pela Prefeitura é obedecer o afastamento dos profissionais do grupo de risco da linha de frente. Vamos agir como for necessário para preservar a vida dos Servidores. Podem contar com a gente. Em breve retornaremos com novidades!

Siga acompanhando nosso site e redes sociais para ver as atualizações sobre os casos em nossa cidade. Iremos permanecer na luta e prontos para reivindicar os direitos do trabalhador.

Grupos de risco

Pessoas acima de 60 anos se enquadram no grupo de risco, mesmo sem ter problema de saúde associado. Além disso, pessoas de qualquer idade que tenham doenças pré-existentes, como cardiopatia, diabetes, pneumopatia, doença neurológica ou renal, imunodepressão, obesidade, asma, entre outras, também precisam redobrar os cuidados nas medidas de prevenção ao Coronavírus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *