Educação é prioridade em qualquer sociedade Negar isso as próximas gerações é um erro!

Na última semana vimos a Greve Nacional da Educação tomar a Avenida Paulista e tantos outros pontos em todo Brasil. Uma curiosidade a respeito disto é justamente a motivação pela qual milhares de Professores foram manifestar seu repúdio contra o Governo. Jair Bolsonaro, nosso presidente, autorizou cortes na área mais importante para crescimento de um País. Justo ele com tantas reclamações contra os governos anteriores, autoriza a tirar verbas de um sistema público educacional já carente de recursos para atualização dos métodos de ensino e de Professores com melhores salários. Nós do Sindfusmc repudiamos essa ação e apoiamos a greve!

O retrocesso em relação à Educação tem sido bárbaro e Educadores e alunos de universidades públicas, por exemplo, tem sofrido ataques dos mais diversos. Isso apresenta reflexos na esfera federal, estadual e municipal. Nosso dever enquanto sindicalistas é lutar contra o retrocesso. Quem quer mexer na Educação quer tirar de todos os brasileiros o direito à informação. Como bem disse o presidente “os idiotas úteis” na verdade nada mais são do que os verdadeiros pensantes, pessoas que podem refletir o momento que atravessamos com imensas dificuldades. Tem sido muito difícil conseguir avanços, principalmente em nossos direitos trabalhistas.

CONTEM SEMPRE CONOSCO

Nós não iremos descansar enquanto este cenário não mudar e que sejam valorizados os que realmente precisam. Estamos falando de profissionais que estudam a vida inteira, que se atualizam sempre, muitas vezes tirando dinheiro do próprio bolso, tudo para prestar um serviço de qualidade. E aqui não falo só de quem faz parte da rede pública. Os da rede privada de ensino também sofrem. Eles são os nossos mestres. São eles que dão as primeiras orientações no início da nossa jornada de aprendizado e até o último dia das nossas vidas são presentes. São agentes de transformação na sociedade o Sindicato apoia qualquer movimento que seja a favor da valorização da Educação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *