Luta constante, desafios a superar e, principalmente, muita vontade de conquistar!

O título deste meu editorial tem a ver com tudo que acredito e tenho aqui no Sindfusmc. Afinal, estamos em um momento muito importante para a categoria. Está chegando a hora de nos superarmos na negociação da Campanha Salarial. Ela está entre as ações mais necessárias para conquistar a valorização do funcionalismo. E, para isso, é necessário a mobilização da classe trabalhadora, mostrando sua indignação contra a falta de políticas que contribuam para o avanço.

Agora, é momento de luta, de reivindicar. Não é porque você tem um emprego que vai deixar de ter voz ativa. Mesmo porque nesse cenário, com as constantes mudanças propostas pelo Governo Bolsonaro e mesmo pelas lideranças municipais, nosso ganha-pão pode ser ameaçado.

REALMENTE DIFÍCIL

As negociações da Campanha Salarial deste ano estão ainda mais difíceis por conta das intransigências da Prefeitura. Ela não se contenta em ter muitas vezes precarizado o trabalho, com terceirizações, por exemplo. Agora, também não querem um diálogo aberto para debate das reivindicações do funcionalismo.

O Sindfusmc tem um histórico de luta pela garantia dos direitos. O Sindicato combate o retrocesso e é contra qualquer retirada de direitos ou mesmo estagnar o salário do trabalhador. A categoria merece respeito e dignidade.

Por isso, os entraves estão ainda fortes em plena Campanha. A pauta de reivindicação foi entregue e aguardamos uma contraproposta da Administração. Venho lembrar que nós, Servidores, somos muito maiores do que aqueles que estão no poder. Nos unindo podemos alcançar grandes conquistas.

Converse em seu posto de trabalho sobre a atuação do Sindicato. Procure um delegado sindical ou diretamente a nossa sede. Informe-se e mobilize-se sobre o que está em jogo!

Conheça as pautas que defendemos e junte-se ao Sindicato para fortalecer a luta para conquistar a manutenção de direitos e por dignidade!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *