Sindicato se reúne com o prefeito Marcos Neves e cobra as reivindicações do funcionalismo

A diretoria do Sindicato, liderada pelo presidente Jessé Cassundé, esteve ontem (5) reunida com o prefeito Marcos Neves em seu gabinete para tratar as reivindicações da categoria. A reunião, há tempos solicitada pelo Sindicato, teve o intuito de tratar da data-base, vencida desde fevereiro. Reivindicamos o reajuste de 12,76%, a título de reposição das perdas salariais dos anos anteriores. E, para “facilitar” o entendimento da necessidade urgente das demandas da categoria, pontuamos para a Administração os itens mais críticos para serem atendidos.

Estivemos com uma Comissão de Servidores, composta por representantes da Enfermagem, ADEBs, Pagem, Merendeiras, Mecânicos, GCMs e também com o Gois, presidente do Conselho Intersindical de Saúde.

PAUTAS DA REUNIÃO:

  • Reajuste do piso salarial em 12,76%;
  • Reajuste dos vencimentos dos Servidores com ganho inferior ao salário mínimo;
  • Aumento do valor da cesta básica, com defasagem atual de mais de 40%;
  • Insalubridade das Enfermeiras atualmente está em 20%. Reivindicamos o mesmo índice aplicado em outros municípios (grau máximo de 40%);
  • Revisão do valor da gratificação dos GCMs, defasado há bastante tempo;
  • Reconhecimento das ADEBs como profissionais da função docente;
  • Direito a férias, licença-prêmio e a liberação do triênio – congelado desde 2020.

O prefeito disse entender as reivindicações dos Servidores, mas disse estar impedido de atender nossas demandas devido à Lei 173/2020 (congelamento dos salários). Sob essa alegação, ele se nega a negociar os itens apresentados. Informamos das medidas jurídicas a serem tomadas por conta disso.

O QUE IRÁ OCORRER

Ingressaremos com ação na Justiça para preservar os direitos dos trabalhadores. Em paralelo, apesar dos impedimentos financeiros, as negociações com o Governo devem seguir com os demais temas levantados pelos trabalhadores. Vamos garantir de toda forma a valorização dos Servidores.

Jessé comenta:

Não descansaremos até ser reconhecido o real valor do funcionalismo. Chega de sermos menosprezados. Queremos e EXIGIMOS salários dignos. A luta continua”.

5 comentários em “Sindicato se reúne com o prefeito Marcos Neves e cobra as reivindicações do funcionalismo

  • 6 de agosto de 2021 em 17:53
    Permalink

    EXELENTE TRABALHO DO SINDICATO PARA FUNCIONÁRIOS

    Resposta
  • 9 de agosto de 2021 em 11:15
    Permalink

    É uma imensa satisfação, sabermos que temos uma representação forte. E que agora podemos dialogar.
    Sabendo que vamos ser ouvidas, e podemos sentar tratar dos nosssos assuntos de uma forma mais a vontade.
    Obrigada mais uma vez.

    Resposta
  • 9 de agosto de 2021 em 22:35
    Permalink

    Boa noite!
    Gostaria de agradecer a oportunidade desta reunião e pedir atenção ao enquadramento das Adebs, pois somos todas docentes!

    Resposta
    • 30 de setembro de 2021 em 15:57
      Permalink

      Nós que agradecemos!

      Resposta
  • 10 de agosto de 2021 em 14:47
    Permalink

    Boa tarde, acho ótimo mesmo reivindicar todos esses itens da pauta, devia ser incluído também gratificação por conclusão de ensino superior também congelada, entendo que o presidente congelou tudo até 31/12/2021, mas o salário mínimo deve ser igualado.
    Porém gostaria de fazer uma reinvidicacao diferente que deveríamos entrar com assinaturas e exigência, quando entrei na prefeitura pelo concurso público em 2013 data que entrei, o salário dos assistentes administrativos em referência aos demais como exemplo os auxiliares de serviços gerais era com diferença de mais de 200 reais de uma categoria para outra d hoje essa diferença é de 34 reais, pois eles recebem 1084,00 reais e nós 1.114,00 reais, gostaria que vocês tomassem uma providência para essa atualização.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *